A ILHA E O PECADO

Dois anos depois de terem chegado a São Luís, em 1614, os franceses resolveram purificar a terra, horrorizados com a luxúria tupinambá. Caçaram e prenderam o Tibira do Maranhão* e o vigiaram com mil olhos, até o momento da execução. Depois de ter sido batizado pelo carrasco, o levaram até a muralha do forte São Luís. Amarram-no na boca de um canhão, e após o disparo, viram o seu corpo ser destroçado em duas partes. Uma parte caiu próxima às muralhas e a outra, feito um pássaro agonizante, mergulhou no mar. Seu pecado para horrendo suplício? Amou outros índios do mesmo sexo e se deixou amar. Assim a Europa cristã ensinou aos índios o nascimento do pecado.

_____
*tibira termo utilizado por indígenas para se referir a um homossexual 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *